domingo, 10 de março de 2019

Um Mundo encantado - Nós fomos ! Orlando -FL -EUA

Acho difícil falar de Orlando sem ser clichê, não é mesmo?
Todas aquelas frases: "A Magia é aqui", "Um Verdadeiro Paraíso", "Vivendo um conto de fadas", "Não tem como não se emocionar", tudo isso e muito mais ainda é pouco para descrever o local!!!
E olha que nem somos Disneymaníacos, mas realmente tudo por lá é feito para você voltar com uma imensa saudade de tudo que viveu.

Nossa maratona de viagem começou no dia 30/12 na hora do almoço, embarcando no Busão para SP. As crianças estavam eufóricas! Passaram a viagem toda acordados sem parar de falar um minuto. A felicidade era muita, mas as vezes incomada os que não estão na mesma "vibe". A vizinha de poltrona, por exemplo, saiu do ônibus reclamando que nunca tinha feito uma viagem tão ruim, que não conseguiu dormir por conta das crianças. 
Bom, vencida essa etapa até a rodoviária de SP, era hora da segunda etapa, atravessar SP até o aeroporto internacional: desce, pega mala, compra bilhetes, embarca tudo de novo e finalmente chegamos! Chegamos quase juntos com minha irmã que vinha de Sorocaba. Fizemos um pit stop no banheiro e nos uniformizamos( fizemos camisetas do michey e minnie para todos) e seguimos para o check in. Passamos por um sufoco nessa hora com a autorização para menor desacompanhado dos pais da minha sobrinha. Um tremendo susto! No check in da Gol a atendente não reconhecia a assinatura da mãe como válida pois não tinha o nome do pai, nada a ver isso, pois a assinatura estava reconhecida firma e você assina como bem entende, não precisa incluir todos os nomes na assinatura. Um grande ma entendido, ou uma grande má vontade da atendente que nos rendeu uma passada no escritório da Policia Federal dentro do aeroporto para ter a autorização do responsável no momento para seguir com o chek in. Check in feito, decidimos ir o mais rápido para a área de embarque, mesmo bem antes do horário. Com 03 crianças tudo era festa e as horas até que passaram rápido.

Na hora do voo eles já estavam exaustos, tomaram o lanche que levamos e dormiram, nós também. Logo chegamos em Santo Domingo onde teve uma parada rápida, já era de manhã e descemos da aeronave. O chato foi ter que levar toda a bagagem de mão conosco, seguimos no voo e chegamos com tranquilidade em Orlando, tudo dentro do horário programado.

Em Orlando o transfer estava esperando por nós, uma van com um carrinho extra para as bagagens. Já havíamos programado uma parada no Walmart antes de ir para o hotel. Tivemos apenas 03 horas para almoçar e fazer compras, comemos no Mac Donald's dentro do supermercado e seguimos para compras, a ideia era abastecer com lanchinhos para os dias de parque e os itens para café da manhã.
Bom, para nós Brasileiros, o WalMart  acaba sendo um "passeio", mas com crianças torna-se um tanto enlouquecedor. Acabei perdendo minha mochila de mão, tirei para ver como ficava uma camiseta na minha frente e num piscar de olhos a criança sai da minha vista! Larguei tudo e fui atrás dele e continuei as compras, até o momento de ir para o caixa pagar, percebi que estava sem a mochila, com todo dinheiro, cartões e principalmente os passaportes. Minhas pernas ficaram bambas, empalidece na hora, todos saímos a busca, uns foram nos achados e perdidos, e eu comecei a refazer meus passos, eis que chego na arara onde deixei a mochila e lá estava ela intacta. Um bom alerta para o resto da viagem, não desgrudar da cria e nem das mochilas!

Chegamos no hotel e recebemos as encomendas que fiz no Brasil, 0 carrinhos tipo guarda chuva e minha maquina fotográfica nova. Chegou tudo certinho, e economizamos tempo e dinheiro. Recomendo a todos, principalmente quem vai com criança e tem lista de compra específica: tudo que for certo de comprar se adiante para não ficar perdendo tempo procurando.
As crianças amaram o hotel, para eles estávamos num hotel mil estrelas, como é bom ser criança, né?

Era o último dia dia do ano e precisamos jantar, pegamos um taxi e fomos no Oliver Garden, esperamos por uma mesa e finalmente jantamos, eu adorei tudo, achei o restaurante lindo e a comida deliciosa, e não é caro.

Voltamos para o hotel bem antes da meia noite, mas cada família foi para seu quarto para dormir, precisávamos recompor as energias para seguir a maratona.

Depois de um bom descanso acordamos sem pressa e tomamos nosso café da manhã no nosso quarto. Nossa hospedagem não incluia café da manhã, mas o quarto do hotel oferecia micorondas, frigobar e cafeteria com os saches para café ou chá, reposto diariamente e junto com nossas compras, tomamos um ótimo café da manhã.

Almoçamos no restaurante Brasileiro Camila's. Lá estava tudo enfeitado da festa de reveillon que fizeram na noite anterior, muita bexiga branca e prata, as crianças pegarm algumas e a diversão logo começou.

Combinamos de sair a tarde para Downtown Disney, um passeio gratis, acho que todos devem reservar um período para conhecer esse cantinho da Disney. Hoje não chama mais Downtown e passou por uma grande reforma. Quando fomos já estava reformando algumas partes, e agora com novas atrações, novas lojas inclusive uma Havaianas, chama-se Disney Springs. Jantamos no restaurante T-Rex, o tema gira em torno dos dinossauros, são vários ambientes e uma loja com dinossauro de tudo quanto é tipo, tamanho e preço, fizemos uma pré reserva na hora mesmo e esperamos na loja, o tempo passou rápido. A comida é bem farta tem desde lanches a pratos de massas e carnes, tudo aprovado, o atendimento também muito cordial.

Tentamos intercalar dias de parques com alguns dias de compras, parques maiores com parques menores, para ter um alívio e não ficar tão puxado para as crianças.
Sempre de olho no calendário dos parques, para que o dia tivesse as paradas, a decoração de natal etc, assim fomos montando nosso calendário.

O esboço era assim:



Roteiro Disney
Data
Programação
31/12(ter)
Chegada em orlando hora do almoço
TRANSFER DE CHEGADA COM PARADA EM UM SUPERMERCADO  Mercado Wall Mart 
Jantar : Olive Garden
01/01(qua)
Manhã:  ? 
TRANSFER Tarde: Downtown
02/01(qui)
TRANSFER                   Epcot
03/01(sex)
TRANSFER          Hollywood Studios
04/01(Sab)
 FREE hotel               SEA WORLD
05/01(dom)
I Rider                    COMPRAS OUTLET1
06/01(seg)
Free                    ISLAND OF ADVENTURE
07/01(ter)
TRANFER   MAGIC KINGDOM Bibidi 10h40 e jantar as 7h cinderella 20h wishes
08/01(qua)
FREE hotel                          UNIVERSAL
09/01(qui)
I Rider                         Compras OUTLET 2
10/01(sex)

taxi +FREE                           Legoland
11/01(Sab)
TRANFER   MAGIC KINGDOM parada 20H (20 min)
12/01(dom)
TRANSFER                         AK   15:45 PARADA
13/01(seg)
TAXI                                     Compras
14/01(ter)
TRANSFER  Check out do hotel as 12h embarque as 16h
15/01(qua)
Chegada Brasil: por volta das 6h

Tivemos que alterar pouca coisa. Vou falar nesse post de tudo que não foi parque e em outro falo de como foram os dias nos parques.

Nosso primeiro Outlet foi o Orlando International Premium Outlet, a nossa primeira ação foi irmos ao guest relation para pegar a nossa revistinha de cupons de desconto, você pode comprar ou se cadastrar no site do outlet e pegar o cupom que dá direito a revistinha gratuitamente, minha irmã cuidou dessa parte dos cupons de desconto e nos entregou envelopes cada um com seus cupons.
Com a revistinha em mãos fomos nos pontos de interesse, até tentamos ficar juntos, mas acabamos nos separando, fomos nas lojas de criança Carter's e OshoKosh para renovar o guarda roupas de inverno das crianças. Os cupons de desconto ajudam bastante, realmente funcionam são super fáceis de usar.
A praça de alimentação não é muito grande e tem basicamente fast food, comemos algo por lá mesmo e seguimos com as compras. Resolvemos sair do outlet e fomos nas galerias que tem por perto. Vimos onde ficavam as lojas de ponta de estoque super famosas por ter preços arrebatadores como Ross e Marshalls. Realmente lá tem ótimos preços porém a loja é uma bagunça, precisa de tempo e paciência para procurar. No final do dia nos encontramos no outro restaurante Brasileiro para jantar e de lá eles nos levaram para nosso hotel, os restaurantes brasileiros possuem esse serviço de buscar e levar aos hotéis, ajuda bastante quem está sem carro. Um dia super cansativo, andamos bastante e ainda carregamos peso com as sacolas, ah fomos com o carrinho para as crianças, o que foi ótimo pois eles até cochilaram entre uma loja e outra.

O nosso segundo dia de compras foi um dia desses que tivemos que alterar a programação. Parte da família foi ao Outlet novamente e eu, João e Edison ficamos no hotel esperando um médico avaliar a tosse carregada do João. Com o frio que fez no dia anterior atacou a bronquite dele e achamos melhor chamar um médico através do seguro, o atendimento foi bem rápido e atencioso, foi uma médica que falava um português razoável, ela pediu para ele ficar de molho dois dias, e que no dia seguinte voltaria para vê-lo, se já tinha regredido bem a crise. A pior parte foi ir atras de uma farmácia que vende remédios, por incrível que parece passei por 03 farmácias e não encontrei os remédios, as farmácias tem de tudo um pouco, comida, vitaminas, produtos de higiene e beleza, roupas, menos remédios. Enquanto procurava eles ficaram no hotel, uma das farmácias ligou para outra  que tinha o rémedio como era mais distante acabei voltando para o hotel e fui com eles de taxi na farmácia, com uma parada para almoçar. A tarde fiquei com ele no hotel, exploramos todas as áreas do hotel. No dia seguinte a médica foi cedo no hotel novamente para ver se ele estava reagindo bem a medicação, e ele já estava bem melhor, mas por precaução pediu para ficarmos mais um dia com ele no hotel, então a tarde eu fui as compras sozinha enquanto eles ficaram no hotel. Sabe que até foi bem proveitoso essa ida sozinha às compras, sem criança reclamando e sem adulto irritado, consegui fazer compras com mais calma, foi ótimo. O restante da família foi ao parque Universal Studios, não foi o melhor dia de parque pois choveu um pouco e atrapalhou o passeio, mas eles tinham que continuar.

O último dia da viagem eles foram novamente as compras e nós fizemos o parque que faltava, conseguimos terminar mais cedo e nos sobrou tempo, sai a procura de uma loja de scrapbook, o endereço que tinha não existia mais a loja e nos indicara, uma outra loja, era uma loja de artesanato, tudo que envolva coisas manuais, fiquei encantada com a loja, era gigante, pena que o tempo era curto e já estávamos bem cansados, a loja fica em uma pequena galeria, com algumas lojas e restaurantes em volta, jantamos por ali em um restaurante chinês fast food e voltamos de taxi para o hotel.

Agora era só estudar como encaixar todas as compras nas malas e nos preparar para a volta, ah a volta, é sempre mil vezes mais cansativa que a ida.
Passamos a manhã toda na arrumação das malas e no horário marcado o transfer veio nos buscar rumo ao aeroporto, a fila do check in era enorme, voltamos com a mesma família que foram no mesmo voo da ida, muita coincidência.

Dormimos quase o voo todo, serviram um macarrão de jantar, não era uma comida gostosa, eu dia nem razoável, minha irmã passou mal o voo todo, chegou branca como um papel.

Fizemos todo caminho inverso, aeroporto- rodoviária- Bauru, chegamos moídos e as crianças um tanto "traumatizadas" com a exaustão, quando perguntados como foi a viagem, se eles tinham gostado eles respondiam que sim, mas quando perguntavam se eles queriam voltar a resposta era unanime e bem rápida que NÃO.

Passado algumas semanas eles já estavam empolgadíssimos novamente e até juntando dinheiro no cofrinho para irem para Disney novamente, foi só o cansaço desaparecer que a saudade bateu. POr enquanto para matar a saudade só nas fotos mesmo!!!


quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Organizando uma grande viagem com toda familia (parte II)



Abril - 2013

PASSAGEM AÉREA

Fiquei procurando os preços de passagem aérea e sabia que para o período que precisávamos não costuma ter promoções e sei também que é muito difícil conseguir promoção de última hora para 9 pessoas, então a estratégia era comprar com antecedência, conseguir usar algumas milhas e pegar o menor preço possível.

A melhor data que conseguíamos com a menor pontuação de milhas foi pegando um voo no dia 31/12, é aquele voo que ninguém quer, que  passa o Réveillon no avião, mas achei ótima a ideia, aeroporto mais vazio, preço menor, não tinha o que reclamar, falei com toda a família e todos toparam.
Compramos duas passagens integrais com smiles,  duas usando pontos + dinheiro e pagamos de dois adultos e das 3 crianças. A Gol tinha recém inaugurando esse vôo para Orlando com escala em  Santo Domingo na Republica Dominicana, não tinha ainda muitos relatos sobre a experiência do vôo internacional da cia, ela tinha começado a operar os destinos Miami e Orlando em Dezembro. Mesmo assim achamos que o importante era chegar e pronto. Confesso que fiquei receosa de comprar com tanto tempo de antecedência e a cia cancelar o voo, afinal as cias cancelam de uma hora para outra se o voo não atinge o esperado. Mas o vôo foi tendo bom aproveitamento e está até hoje voando esses destinos, só que agora a escala dele é em Punta Cana.

Passagens compradas, ida dia 31/12 volta 14/01, nosso vôo inicialmente saia de Guarulhos às 11:40, mas depois teve uma alteração e saímos às 03h, na madrugada do dia 31, acabamos ganhando meio dia lá em Orlando.

Além da possibilidade de comprar 2 passagens com milhas com a Gol, outro fator que nos ajudou na escolha por essa cia foi o desconto para crianças, é a cia que mais dá desconto, o normal das cias é dar 25% de desconto para crianças acima de 2 anos até 12 incompletos, e a gol dá 40% de desconto, como estávamos com 3 crianças, o desconto era bem significativo.

HOTEL

O próximo passo foi a escolha do hotel, esse assunto é bem complicado pois Orlando tem uma infinidade de hospedagem, para todos os gostos e bolsos. Dentro ou fora do complexo da Disney, aluguel de casa, motel, apart hotel e por ai afora. Foram inúmeros estudos e contas e chegamos a conclusão que para nós o ideal era ficar fora da Disney mesmo, pelos seguintes motivos:

1- Preço: nesse período os hotéis da Disney ficavam cerca de 30% mais caro que os fora, não ofereciam plano de refeições grátis pois era alta temporada e o transporte gratuito é apenas entre os parques Disney e Downtown, o que mesmo com esse custo a menos não compensava.

2-Roteiro: Até pensamos em dividir a hospedagem em dois períodos com hotéis diferentes, dentro e fora da Disney.Nos dias que faríamos os parques Disney, nos hospedaríamos dentro do complexo, mas para isso teríamos que optar e fazer todos os dias seguidos esses parques, ou no inicio da viagem ou no final, porém achamos que não seria confortável e não nos daria flexibilidade, caso precisássemos trocar um dia por mal tempo ou se alguma criança adoecesse. Ficaríamos com o roteiro muito mais engessado e quem viaja com criança sabe bem que tem que ter uma certa flexibilidade na programação .
Não é obrigatório agendar os dias de visita em nenhum dos parques e nem é obrigatório ter ingresso para os parques Disney quando se hospeda em um dos Hotéis da Disney, mas só ficaríamos hospedados lá para aproveitar as vantagens como horas extras e transporte gratuito para os parques, ou seja se não fossemos aos parques não teríamos "vantagens".

3 -Magia: É claro que para quem busca a magia Disney em tempo integral os hotéis do complexo ganham de todos os outros. Como nosso foco era economia não levamos esse fator em consideração.

Eliminado os hotéis Disney, focamos a nossa pesquisa em hotéis 3*. Em Orlando tem hotéis a partir de U$ 30 a diária para até 4 pessoas, mas é preciso cuidado pois tem muitos hotéis que não oferecem o mínimo: uma cama boa ( sem beds bugs) e segurança.
Fixamos um teto para a diárias, até U$70 ,  dentro das várias opções ficamos com umas 5 para escolher, olhamos os sites dos hotéis de cabo à rabo, tudo o que ofereciam, transporte para os parques, restaurantes, café da manhã e  o que cobravam a parte como as taxas de resort.
Muito cuidado, a maioria dos hotéis cobram essa taxa de resort que inclui wifi grátis, impressões de ingressos e cupons de descontos, piscina, ligações locais, etc. Verifique sempre no site para não ter surpresas no check out.
Acabamos encontrando um hotel que achamos que nos atenderia bem, de uma rede conhecida , achamos que valeria a pena investir um pouquinho a mais, a diária estava U$76, sem café da manhã e fechamos nele mesmo o - Best Western Gateway Plus, próximo a Universal Studios, e à uma quadra do parque aquático Wet'nWild .

Fiz a reserva do hotel, mas só entramos com o pagamento junto com os parques, quanto terminamos de pagar as parcelas do aéreo,  assim não ficamos com prestações altas.

PARQUES:

Esse acho que foi a parte mais fácil de decidir, pois já sabíamos que faríamos os 4 parques Disney : Magic Kingdom, Animal Kingdom, Epcot e Hollywood Studios, os dois da Universal: Universal Studios e Island of Adventure e o Sea World. Também sabíamos que não iriamos ao Bush Gardens pois além da distância achamos que as crianças aproveitariam menos esse parque.
Ficamos apenas na dúvida se incluiríamos ou não o Legoland, era um parque novo ( abriu no final de 2011) e mais voltado para crianças pequenas, depois de ouvir algumas opiniões decidimos que seria a idade ideal para eles irem e que que só iriam as crianças e as mulheres, nesse dia os homens teriam de "folga".
A outra dúvida  ficou por conta de quantos dias iriamos nos parques Disney, já que temos que decidir isso na hora de comprar os ingressos. Eles são vendidos por dias e não por parques ( exceto se você for comprar apenas um dia para entrar apenas no Magic Kingdom, esse é o mais caro, os demais são iguais) quanto mais dias comprar mais barato ( por dia) fica. A diferença começa a ficar bem menor quando compra acima de 04 dias ( pois entende-se que você vai pelo menos um dia em cada parque).
Pela quantidade de dias que ficaríamos no total em Orlando achamos que 5 dias seriam o suficiente e repetiríamos o Magic Kingdom. Minha sugestão é se você está com crianças e é a primeira vez, ou faz muitos anos que foi, compre sempre o de 5 dias pois é importante ter um dia extra caso chova muito e a visita seja prejudicada, ou se é uma alta temporada e as filas serão gigantes, você poderá fazer o parque mais no seu tempo e relaxado sabendo que vai poder voltar.

Compramos então o ingresso Básico para 05 dias, básico porque te dá direito de ir ao um parque por dia apenas e não te dá o direito de ir nos parques aquáticos. Caso você já tenha muita experiência nos parques, já sabe o que gosta em cada um e onde fica, ou se tem poucos dias em Orlando, vale a pena adquirir os ingressos Hopper, que te dão direito de ir em mais de um parque por dia, ou seja você pode passar o dia no Animal Kingdom e ir a Noite para o Magic Kingdom assistir o desfile ou como preferir.
Vale lembrar que as distâncias são grandes, os parques são enormes, por isso acho mais interessante esse tipo de ingresso em casos especiais ou você vai acabar gastando muito tempo na locomoção e acaba não aproveitando bem nem um , nem o outro e o pior pagando mais caro por isso.
E o outro tipo de ingresso que existe é o Water and Fun, que esse sim alem dos 04 principais parques te dá direito de ir nos parques aquáticos, sempre respeitando a quantidade de dias comprados.

Compramos os ingressos da Universal, Sea World e Legoland junto com o Hotel em outubro através de uma operadora aqui no Brasil que parcelou tudo em até 10 X.

Os ingressos Disney compramos com uma operadora direto de Orlando, o preço era menor porém tivemos que pagar a vista e nesse caso valeu a pena pois eramos em 9 e também contratamos com eles os transfers.

TRANSFERS

Esse foi outro impasse, o que  tínhamos certeza era que não alugaríamos carro, mesmo a grande maioria indicando que carro em Orlando seria a melhor opção.
Tenho certeza que cada viagem é única e todas as dicas que lemos, recebemos, foram super bem vindas, mas cada um tem que adaptar as dicas a rotina e costumes de cada família, e na nossa família ninguém gosta de dirigir, ninguém queria essa responsabilidade.
Além de que para caber todos teríamos que alugar dois carros, o que aumentaria muito os custos.
Tinha também o lance das cadeirinhas para as crianças, alugando carro teríamos que t-las. Para alugar ficava caro, para levar daqui uma encheção, a solução mesmo era eliminar a possibilidade de locar carro.

O difícil foi conseguir um serviço de confiança e que não fosse muito caro.

Fiz contato com alguns Brasileiros que trabalham lá em Orlando de forma independente achei que assim teria um atendimento mais personalizado, mais rápido e mais barato, mas acho que não dei sorte, com 03 pessoas que fiz contato  as três demoravam muito para me dar retorno, sempre confuso e alguns casos mais caro.

Até que em uma feira do turismo conheci uma empresa que está em Orlando a mais de 20 anos e a dona é Brasileira, muitos funcionários Brasileiros e eles nos deram todo suporte quanto aos transfers contratados.

Como nosso hotel ficava perto da Universal, eles ofereciam serviço de shuttle para parques Universal e Sea World, portanto contratamos apenas o transfer para nos buscar no aeroporto na chegada, e fazer uma parada antes do check in do hotel num Wall Mart para compras, para os Parques Disney e para nos buscar no hotel no dia da volta.

Bom tudo contratado só nos restava comprar os dólares para levar, acompanhar a temperatura que estaria lá para fazer as malas, passar no médico com as crianças e pegar aquela receitinha básica com remédios essenciais e assistir muitos clássicos Disney com as crianças para ir entrando no clima.








segunda-feira, 20 de abril de 2015

Organizando uma grande viagem com toda família ( parte I)





Organizar viagens faz parte da minha rotina diária,  faço programações  de viagens diversas  por dia, a sós, a dois, com criança, com adolescente, com os pais, e até com amante. É lógico que não são minhas, e sim dos passageiros que atendo na agência de viagens onde trabalho.

Agora organizar a sua viagem, com toda sua família, não é assim tão simples. Mesmo você entendendo um pouco do assunto. Programar a viagem e estar nela, junto com as pessoas que mais ama, requer um pouquinho mais de paciência, no meu caso eles eram meus clientes e minha família, as exigências aumentam, não da parte deles e sim da minha. Não pode dar nada errado, tudo o que você quer é que todos estejam felizes e realizados !

Tudo começou em 2010, quando meus pais foram para Orlando apenas eles e um casal de amigos. Minha mãe voltou encantada e queria ir com as crianças para ver o rostinho deles naquele mundo de sonhos. Começamos vendo as datas, qual seria a melhor época para cada um de nós, e com qual idade das crianças iríamos. Achamos que com 5 anos eles estariam em ótima fase para aproveitar e nós também teríamos 3 anos para "juntar" dinheiro.

O primeiro ano passou e nada aconteceu, praticamente o mesmo ocorreu com o ano seguinte. Só no final do ano realmente decidimos a data da viagem, ela deveria acontecer em Janeiro de 2014, logo no inicio do mês, uma das épocas mais caras para se viajar,  mas era quando daria para todos estarem de férias. A segunda opção era em Julho, porém todos preferimos pegar frio à calor excessivo.

O que adiantamos também foi a documentação, fizemos os passaportes! Vale a dica para quem está programando viagem para exterior com crianças  com bastante tempo de antecedência, fiquem atentos a validade do passaporte das crianças, pois antes dos 4 anos a validade é diferente, é de acordo com a idade : Crianças de 0 a 1 ano = 1 ano de validade, 2 anos= 2 anos de validade, 03 anos = 03 anos de validade e acima de 4= 5 anos de validade, o mesmo dos adultos.

Fizemos o passaporte das crianças e renovamos os passaportes vencidos, demos entrada então com o agendamento para o visto americano que fizemos através de despachante, achamos melhor pagar a taxa de serviço deles mas ter essa assessoria, do que fazer tudo sozinhos. Acredito que esse valor não é lá tão relevante perto de toda a viagem e a frustração de não conseguir o visto por falta de informação.

Agendamos nossa entrevista no consulado no último dia útil do ano, acho que eles estavam de bom humor e parecia que todos saiam de lá felizes, e o mesmo aconteceu conosco com nosso visto aprovado.
Ficamos  hiper empolgados com a viagem, minha irmã já comprou uma revista sobre Orlando no revistaria em frente ao Consulado e dali em diante a viagem começava a ganhar forma. Chegamos em casa e conversamos horas sobre vários assuntos de Orlando, a data da viagem, o hotel que ficaríamos, dentro, fora do complexo Disney, quantos dias, quais parques, nossa foram mil questões e nisso mergulhamos na blogsfera ai que conhecemos o famoso blog da Andreza, Dica e Indica Disney, muito da nossa viagem foi construída com as dicas dela e mais alguns outros blogs de viagens.

Próximos passos seria a compra das passagens, que conto melhor em outro post.

domingo, 22 de fevereiro de 2015

Blogagem Coletiva: Melhores viagens em família

Essa é minha primeira participação em blogagens coletivas, bom funciona mais ou menos assim, participo de um grupo no facebook chamado Viagens em Família, e lá de tempos em tempos são sugeridos temas para blogagem coletiva, todos que possuem blogs postam um texto sobre o tema escolhido no mesmo dia.

Dessa vez o tema é:  As 3 ou as 5 melhores viagens em família, a principio ia falar das 3 melhores, mas resolvi incluir nossa última viagem também, serão as 4 melhores viagens desde a chegada do nosso pequeno.

Acho que  não precisa ser uma mega viagem, ou ser aquela viagem muito longe ou até aquelas que são só para a criança aproveitar, para se tornar a "melhor" viagem, o que importa mesmo é a curtição com a família, penso que qualquer saída que reúna a família em momentos que se tornaram inesquecíveis, está valendo.

Então vou começar com uma das nossas primeiras viagens: BROTAS

Foi na segunda vez que estivemos lá com o João Rafael ele estava com 2 anos e fizemos alguns passeios de aventura com ele.

Ficamos hospedados na casa de um casal amigo, foi só um final de semana. A viagem foi de ônibus e lá passamos uma tarde no parque Aventurah onde fizemos o maior circuito de tirolesas da cidade, com o pequeno agarrado no meu colo foi uma experiência incrível, dizíamos a ele que iríamos voar, a paisagem é linda no meio das árvores nos sentimos como pássaros voando mesmo, estávamos a mais de 100 metros de altura e descemos duas tirolesas uma de 800 mt e outra de 500mt.
Depois dessa mega aventura, ficamos um pouco no parque, almoçamos e depois descansamos.





Também fizemos o passeio de mini rafting, o percurso é bem tranquilo, mas a adrenalina no começo de fazer uma atividade com seu filho, mesmo que para mim não fosse a primeira fez, mas de participar esse novo momento com ele é realmente especial, depois da metade do percurso a adrenalina mais em baixa curtimos mais a paisagem, os sons e os perfumes da natureza.





A próxima Viagem escolhida é : PORTO DE GALINHAS

João estava com 3 anos, e essa é uma das favoritas dele, ele ficou muitos dias dizendo que queria morar lá e até hoje quando vê fotos, ele chora pedindo para que a gente volte.

Apesar de não ser nosso perfil de viagens é impossível não amar esse lugar, ficamos hospedados no melhor resort da cidade a convite do Nannai Resort ( sou agente de viagens e tive a sorte de ganhar esse premio),  deu para entender a paixão pelo lugar?? Mas como uma criança que não tem muito conhecimento de luxo e não tem um padrão de exigência se encantou tanto com o Resort? Bom só as piscinas já responderiam 50%, são maravilhosas e ainda tivemos nossa piscina exclusiva. Os outros 50% foram uma somatória, o hotel é extremamente tranquilo, não é uma barulheira sem fim, e ele foi muito bem tratado, um carinho e um respeito com crianças que fiquei surpresa e feliz. Também o fato de não ter muito programação e ficar livre para piscinas , praia, play do hotel e alguns passeios ( foram só dois em 4 dias) acho que completaram tanto encantamento.






Nosso relato completo aqui

A terceira Viagem: ORLANDO

Ah essa é fácil né, que criança não gosta de uma viagem para Disney ???
Bom mas essa viagem tem um Q de especial para nós, um não, vários !
Foi nossa primeira viagem com TODA família, pai , mãe, irmã, cunhado e sobrinhas. As crianças estavam todas com 5 anos, a mais nova completaria seus 5 anos lá com grande requinte se transformando em Cinderela e participando do jantar com as princesas.




Estávamos em 6 adultos e 3 crianças, para coincidir as férias de todos, viajamos no dia 31/12.
Pegamos na primeira semana a cidade ainda em clima de Natal, tudo enfeitado, músicas Natalinas rolando nos parques e um clima perfeito, nem muito frio, nem calor. De repente chegou uma baita frente fria e pegamos um dos dias mais frios nos últimos 10 anos na Florida, era noticia em todos os telejornais, e era bem nesse dia o aniversário da Manuela, o dia programado para Magic Kingdom, não deixamos de fazer nada apesar do frio, tomamos muito café e chocolate quente para esquentar, e adoramos as filas em lugares fechados , quentinhos!



Fizemos os principais parques começamos pelo Epcot, Sea World, Hollywood Studios, Island of Adventure, Magic Kingdom fizemos em dois dias, Legoland e Universal Studios, nessa ordem.
A programação da viagem foi um episódio a parte, foram meses de estudo, organizando, alias diria anos, inclusive guardando dinheiro para conseguirmos realizar tudo. Ma na hora H as coisas mudam um pouco, entre dias de parques alternamos alguns dias de compras, e a programação era estarmos sempre juntos, mas depois do dia mais frio o João teve uma crise de bronquite, chamamos o médico do seguro e essa nos orientou a não sair com ele por dois dias. Então mudamos os planos e fizemos um dia de compras, a família toda foi para um outlet e eu e o Edison nos revezamos entre comprar remédios, cuidar do pequeno e ir as compras. No dia seguinte a família foi ao parque Universal e nós continuamos o revezamento, para mim até que rendeu pois passei uma tarde em outlet sem homens controlando o tempo ou os gastos, foi bem melhor aproveitado. No último dia nós fizemos o parque que faltava para nós e a família terminou as compras.













Ficamos hospedados fora da Disney, na região da Universal- International Drive, nosso Hotel foi o Best Western Plus Gateway, para quem aluga carro a localização é excelente, para nós que estávamos sem carro, escolhemos dessa forma, não foi a melhor localização pois estava a uma caminhada com crianças de uns 15 minutos da international drive, onde tinha ponto de ônibus, farmácias e restaurantes. Contratamos transfer para os parques e chegada e saída do aeroporto, demais transportes foi com taxi, ônibus da cidade, I-ride e ônibus da Universal. Gostei muito da nossa escolha e faria da mesma forma estando com um grupo grande como foi o nosso.


No hotel pegamos um apartamento por família, sendo dois quartos conjugados e um não, as crianças entravam e saiam dos quartos a todo momento, tomávamos café da manhã no quarto com as compras que fizemos no supermercado logo no primeiro dia. Foi uma farra para as crianças essa nossa "casa" por 15 dias.



Foi uma jornada e tanto, testamos vários limites, o da convivência, das emoções, do frio, das aventuras, tudo vivido em família, na primeira infância de nossas crianças, acho que vamos deixar a eles grandes lembranças. Bom quando chegamos todos perguntavam se eles tinham gostado e respondiam prontamente que sim, adoraram, em seguida a pergunta era se eles queriam voltar lá e a resposta dos 3 também era unânime que Não. Eles estavam exaustos, a viagem de volta é 10 vezes mais longa que a de ida e a saudade da casinha e da rotina batia a porta deles. Passado alguns dias lá estavam eles empolgadíssimos novamente, João e a prima até pegaram um cofrinho para juntar dinheiro para eles irem para Disney novamente.


A quarta viagem escolhida entrou agora na lista pois foi a nossa última viagem então está fresquinha: ARANDU-AVARÈ

Essa foi mais uma das pequenas viagens que fazemos. Férias de verão rolando, nenhuma viagem programada, todas as alternativas pensadas para ir a praia furam, moramos no interior de SP e a praia mais próxima fica mais de 600 km daqui, em plena férias de verão os preços lá em cima, poucos dias de férias para mim e meu marido e muita vontade de não passar em branco.





Resolvi então passar um final de semana na praia de rio que a poucos km da minha cidade tem. Avaré é muito conhecida pela represa Jurumirim, que é enorme e forma praias em alguns lugares, uns com areia mesmo e outros com terra. Na represa tem vários resorts que se instalaram ai justamente para aproveitar a natureza. Bem levantei os preços dos resorts e vi que não era para nós, então achei um lugar na cidade próxima a 12 km, chamada Arandu que também tem o privilegio de ter um "braço" da represa por lá.
Ok lá não tem a tal prainha, só o rio mesmo com alguns poucos peixes e algumas piranhas importadas de outro estado, mas a paisagem é linda e deu para se divertir na primeira pescaria do pequeno.





O Chalé Toca do Esquilo, são apenas 5 chalés cuidados por um casal de senhores e seu caseiro, tudo muito simples mas organizado, funcional e com um grande toque de carinho. Tem uma piscina pequena, sala com jogos e dois decks para pesca.







A pequena cidade de Arandu com pouco mais de 6 mil habitantes é a típica cidade do interior, uma praça central, com a igreja matriz e o coreto e ao redor, restaurantes, mercado, mercearia, bancos, farmácia e salão de beleza. De sábado acontece a feira da lua na rua principal, e são montadas algumas barracas com comidas, guloseimas e brinquedos para as crianças.

Também na cidade vizinha - Avaré, nas prainhas, uma de fácil acesso aberta ao publico fica dentro do Camping Municipal, tem banheiro publico, quiosques para fazer churrasco, Salva Vidas, só falta mesmo uma estrutura de ambulantes rsrsr, para quem vai de fora como o nosso caso e não tinha cadeiras de praia, guarda sol, ficava um tanto desconfortável, mas acho que éramos os únicos dali despreparados. Almoçamos no primeiro dia em um restaurante na beira da represa e perto da Marina, as pessoas chegavam com seu barco, jet ski, um negocio mais chique, e no outro dia em outro restaurante no mesmo estilo, nesse aproveitamos mais a praia que era de areia, a água estava uma delícia.





Por conta das últimas secas o rio já baixou bastante, as pessoas falam que a faixa de praia vem aumentando, o que não é um bom sinal, nem para natureza e nem para todos que dali vivem  e fazem negócios, como os restaurantes e resorts.


Precisam de mais inspirações para viajar com a criançada??? É o que não falta com a galera do grupo, segue as melhores viagens do pessoal:


1 - Felipe, o pequeno viajante - Claudia Rodrigues - http://felipeopequenoviajante.blogspot.com.br/2015/02/melhores-viagens-em-familia.html#more

2- Bebê Piccolo - Kelly Resende: http://bebepiccolo.blogspot.com.br/2015/02/blogagem-coletiva-as-nossas-5-melhores.html

3- Viagens que Sonhamos - Francine Agnoletto
http://www.viagensquesonhamos.com.br/2015/02/5-destinos-para-viajar-em-familia.html

4- Mosaicos do Sul - Claudia Bins - http://mosaicosdosul.blogspot.com.br/2015/02/blogagem-coletiva-as-nossas-5-melhores.html

5 - Viajando com Pimpolhos - Sut-Mie Guibert: http://viajandocompimpolhos.com/2015/02/22/blogagem-coletiva-5-melhores-viagens-em-familia/

6 - Vida de Turista - Thiago Busarello - http://www.vidadeturista.com/artigos/5-melhores-viagens-em-familia.html

7 - Gosto e Pronto - Debora Segnini http://www.gostoepronto.com/2015/02/as-nossas-5-melhores-viagens-em-familia/

8 - Viajando com Palavras - Thyl Guerra: http://viajandocompalavras.com/2015/02/22/blogagem-coletiva-melhores-viagens-familia/

9 - Viajando em Família - Débora Galizia: http://viajandoemfamilia.com.br/as-cinco-melhores-viagens-em-familia-cruzeiro-disney-orlando-cancun-california-e-paris/

10 - Trilhas e Cantos - Liliane Inglez - http://trilhasecantos.blogspot.com.br/2015/02/as-melhores-viagens-em-familia.html

11 - Pezinho na Estrada - Anna Karla Moura Ramos - http://pezinhonaestrada.com/2015/02/22/blogagem-coletiva-top-five/

12- Mamãe Tagarela - As Melhores Viagens de Pititico - http://www.mamaetagarela.com/as-melhores-viagens-de-pititico/

13  - Brasileiros Mundo Afora - Família Bömmels - http://www.brasileiros-mundo-afora.com/2015/02/as-melhores-viagens-em-familia.html

14 - Minha pele é melhor que a sua -  http://minhapeleemelhorqueasua.blogspot.com.br/2015/02/blogagem-coletiva-nossas-5-melhores.html

15 - Ir, ver e viver o mundo - Cláudia Cruzhttp://irvereviver.blogspot.com/2015/02/6-blogagem-coletiva-as-3-melhores.html

16 - Eu viajo com Meus Filhos - Patricia Papp http://viajocomfilhos.com.br/2015/02/nossas-5-melhores-viagens-em-familia-blogagem-coletiva/

17 - It Babies- Valeria Beirouth http://itbabies.net/2015/02/22/blogagem-coletiva-top-4-das-melhores-viagens-da-nossa-familia/

18 - Viagem Simplesmente - Susana Spotti http://viagemsimplesmente.blogspot.com.br/2015/02/5-melhores-viagens-em-familia.html

19 - Registros de uma Mãe Carioca - Claudia Cosentino - http://registrosdeumamaecarioca.blogspot.com.br/2015/02/nossas-5-melhores-viagens-em-familia.html

20 - Mala Inquieta - Renata Luppi http://www.malainquieta.com.br/blogagem-coletiva-nossas-melhores-viagens-em-familia/

21 - Baianos no Polo Norte - Livi Souza http://baianosnopolonorte.com/blogosfera/5-melhores-viagens-da-nossa-familia/

22- Andreza Dica & Indica Disney - Andreza Trivillin - http://www.andrezadicaeindicadisney.com.br/2015/02/blogagem-coletiva-melhores-viagens-em-familia.html

23- Ases a Bordo - Ana Luiza Ogg Strauss & André Strauss - http://www.asesabordo.com.br/top5/

24 - Lala on the road - Manuela Andrade - http://www.lalaontheroad.com/?p=591

25 - Para a Disney e Além! - Carlos e Isabel Monteiro - http://www.paraadisneyealem.com.br/2015/02/blogagem-coletiva-as-cinco-melhores.html

26 - Rascunhos de Fotografia - Jamille Andrade - http://www.rascunhosdefotografia.com.br/blogagem-coletiva/

27 - Batendo perna pelo mundo - Amanda Lago - http://www.batendopernapelomundo.com/2015/02/viajando-em-familia-nossas-5-melhores.html

28 - Colagem - Luciana Misura
http://luciana.misura.org/2015/02/22/5-melhores-viagens-com-criancas-blogagem-coletiva/

29 - Do RS para o Mundo - Andrea Almeida Barros
http://dorsparaomundo.blogspot.com.br/2015/02/as-5-melhores-viagens-em-familia-6.html

30- Viajar hei - Patricia Longo Tayão.
http://www.viajarhei.com/2015/02/nossas-melhores-viagens-em-familia.html

31 - Familia Viagem - Simone Hara & Mônica Souza
http://www.familiaviagem.com.br/2015/02/22/blogagem-coletiva-nossas-5-melhores-viagens-em-familia/

32 - Cantinho de Ná - Cynara Vianna
http://cantinhodena.com.br/nossas-5-melhores-viagens-em-familia/


33 - Bora com a Gente - Andréa Lopes
http://boracomagente.blogspot.com.br/2015/02/blogagem-coletiva-as-nossas-5-melhores.html

34-Os Caminhantes-Marcia Tanikawa
http://oscaminhantes.com/2015/02/blogagem-coletiva-as-nossas-5-melhores-viagens-em-familia.html

35- Viajando de Carro - Rosângela LVS
http://viajandodecarro.com.br/?p=6127&preview=true

36 - Espelho de si - Trícia Ferreira http://www.espelhodesi.com.br/2015/02/bc-as-5-melhores-viagens-em-familia.html

37- Roteiro Renatours - Renata Ungier
http://roteirorenatours.com/2015/02/22/blogagem-coletiva-nossas-5-melhores-viagens-em-familia/

38 - E aí, Férias! - Camila Faria http://www.eaiferias.com/2015/02/blogagem-coletiva-as-nossas-melhores-viagens-em-familia.html

39 - Guaciara Rhein - Guaciara Rhein http://guaciara.blogspot.com.br/2015/02/blogagem-coletiva-as-5-melhores-viagens.html

40 - Vou Viajar - Lu Aquino - http://vouviajar.blogspot.com.br/2015/02/blogagem-coletiva-3-viagens-classicas.html

domingo, 25 de janeiro de 2015

Porto de Galinhas


De 28/08 a 02/09/2012

Em 2012 estava com a sorte ao meu favor. Em em evento de Turismo,  assisti uma palestra sobre o Hotel Nannai em Porto de Galinhas, deixei meu cartão de visita e ao final sortearam 4 noites de hospedagem em Bangalô, eis que ouvi meu nome, era eu que tinha ganhado essa belezura, nem acreditava,  esse era o último cartão e ele que foi sorteado, passei o resto da noite em êxtase.



Assim que retornei ao trabalho já entrei em contato com o hotel agendando nossa visita, marquei bem na época do meu aniversário e não poderia ter comemorado de melhor forma !

A hospedagem era para um casal apenas, crianças acima de 2 anos já pagam uma taxa, mas o hotel foi tão simpático que deu a cortesia para o João também e ele é claro foi quem mais aproveitou e se divertiu por lá. SIM O HOTEL ACEITA CRIANÇAS.
Lá atrás, logo que o hotel abriu ele era para casais principalmente e não tinham estrutura para crianças, porém seus casais de lua de mel, começaram a ganhar filhos e solicitar a hospedagem dos bebês e o hotel logo se adequou para atender a esse novo publico, hoje tem área kids completa que logo relato melhor.

Nossa viagem começou saindo daqui de Bauru mesmo, pegamos um voo da Gol com duas conexões, destino final o aeroporto de Recife. Chegando lá fomos recepcionados pela Pontual Turismo, receptivo local, que também ganhei da operadora parceira, a Visual. Fomos muito bem recebidos, a van em bom estado tinha até cadeirinha para o João,  tudo perfeito .













Chegamos no hotel no meio da tarde, bem cansados pois a viagem toda foi longa. O diferencial do hotel já começa no check in, que fizemos sentados a uma mesa com água gelada e espumante, para João água de coco.


Um simpático maleteiro nos acompanhou até nosso bangalô, e parecíamos entrar num paraíso, um lugar super aconchegante, uma cama de solteiro foi montada para o João e mesmo assim o espaço era perfeito, a cama de casal gigante e super confortável. Também recebemos o serviço de boas vindas, com uma garrafa de espumante e frutas, puro luxo. No Banheiro uma banheira e espaço para chuveiro e vaso sanitário separados, e o melhor de tudo, a varanda, com a incrível piscina privativa além da piscina a vegetação ao redor deixa ainda mais lindo o lugar.





Colocamos rapidamente uma roupa de banho e fomos conhecer tudo que podíamos.Saímos pela piscina mesmo, se for andando as piscinas de todos os bangalôs vão se encontrando e chega na piscina central do resort. É aquela imagem que temos do resort que tenta imitar os bangalôs da Polinésia Francesa, como se estivéssemos em cima do mar, nesse caso da piscina. Acho que não é bem assim que os hospedes fazem, sair caminhando pela piscina, pois geralmente quem esta nos bangalôs, quer privacidade e ficar por ali mesmo, mas como estávamos "explorando" continuamos nossa caminhada.














                                                                                                                                                               





Já estava perto das 17h, quando acontece o famoso chá da tarde na área da piscina, ficamos por ali mesmo e nos deliciamos nas maravilhas desse fim de tarde.


























Paramos em tudo que era canto da área central do resort para fotos, lugares belíssimos.








Voltamos ao bangalô para nos aprontar para Jantar, já incluso nas diárias. O hotel oferece meia pensão, sendo o chá da tarde um plus, cortesia do hotel.

Nem preciso dizer que o jantar era maravilhoso né??  O serviço é buffet, e tem algumas ilhas: de grelhados, você escolhe sua carne e o cozinheiro faz na hora para você,  de massas frescas, um dia foi massa mesmo, você escolhe o tipo e o molho e outro dia foi de pizza, e uma ilha de sushi, sashimi. Sem contar a infinidade de doces maravilhosos, que na maioria das noites nem conseguia provar pois tinha me acabado na comida mesmo.























Não tinha nenhuma refeição especial para criança, mas com toda variedade do Buffet dava para  se servir muito bem, sempre tinha um caldo também, e nada impedia de solicitar algo especial ao Chef caso necessário. Para bebês, tem uma cozinha, com leite em pó, achocolatado, frutas e toda infraestrutura para esquentar uma comidinha, fazer um leite etc.

Após o jantar ainda demos uma volta no espaço das crianças, bem completo, com playground, jogos, sala de videogame e um tatame com brinquedos para os bebes, além da quadras e da piscina infantil com toboágua .













Estávamos moídos, então voltamos e apagamos para poder aproveitar o dia seguinte.


Acordamos cedo, para tomar o café da manhã com calma e seguir para praia.

O café da manhã tem de tudo que se possa imaginar, uma mesa só com frutas, grande variedade e de ótima qualidade.
Uma infinidade de pães, um delicioso croissant pequenino e quentinho, vários tipos de bolos caseiros, geleias e iogurtes, natural, feitos pelo hotel e os industrializados, sempre de marcas conhecidas. Também podia pedir ovos quentes, omeletes , waffles e panquecas, ah e a espumante também estava lá no café da manhã para se servir a vontade,  tudo tão gostoso  !!























A praia do hotel, é a de Muro Alto, bem de frente  forma uma lagoa pois tem um muro feito pelos recifes, só forma uma faixa de areia na maré baixa, para aproveitar o mar tem que ir cedo, pois a tarde a praia some. O hotel tem serviço de praia, e os hospedes são sempre muito bem atendidos, também fica por ali uma banca com artesanato da região. O hotel vizinho o Summerville  monta o serviço de praia no mesmo lugar, pois a praia do hotel não dá para entrar por conta dos recifes.

Aproveitamos bastante água quentinha, limpa, uma delícia !
































Voltamos para o hotel pois o sol já estava forte, demos almoço para o João no restaurante do hotel mesmo, na hora do almoço o serviço é a la carte, pegamos uma massa para ele e beliscamos uma porção. Fomos para o quarto descansar e eu fui ao encontro da pessoa responsável pela área comercial do hotel que me apresentou outras partes do hotel como o spa.



























Quando o sol diminuiu um pouco fomos na piscina infantil,os monitores ficam por lá, sempre que a piscina infantil está aberta tem um monitor na piscina.










A parte de recreação não é o ponto forte do hotel, eles oferecem  esse serviço porém não é um resort para estar o tempo todo fazendo atividades, é mais um lugar para relaxar. As crianças tem seus espaços bem equipado e suas atividades. Não achei a equipe de recreação a mais animada, mas além de ser a proposta do hotel um lugar mais contemplativo, para a faixa etária das crianças que mais vão ao hotel acho que acaba suprindo bem, a maioria das crianças são bebês, que vão com suas babás ou o hotel tem uma relação de babás para indicar, e crianças pequenas. A recreação que você pode "largar" as crianças sozinhas com os monitores são para crianças acima de 4 anos, abaixo disso um responsável tem que ficar por lá. O João ainda não tinha completado 4, ficamos a maior parte com ele mesmo, um dia deixamos ele sozinho por uma hora mais ou menos sozinho, isso porque os monitores já o conhecia e ele não é uma criança de chorar sem os pais.






No dia seguinte saímos para conhecer a vila de Porto de Galinhas e as piscinas naturais. Pegamos o transporte gratuito do hotel até o centro da cidade, tem que agendar antes e tem numero limitado. Pode agendar ida e volta. Como não tínhamos horário para voltar achei melhor reservar só a ida mesmo e a volta depois dávamos um jeito.
Tiramos fotos com as galinhas espalhadas pelo calçadão, e logo pegamos uma jangada para o passeio nas piscinas naturais, nesse passeio não pode bobear, tem que ver o horário certinho da maré para poder fazer o melhor passeio, e quanto mais cedo melhor, menos gente e tumulto.O passeio hoje tem algumas regulamentações, tem uma corda até onde as pessoas podem andar para não prejudicar mais ainda os corais, mas mesmo assim acho que o tanto de pessoas que passam por ali principalmente na alta temporada não deve ser muito "sustentável" não, mas já é um começo que estão tendo alguns critérios para evitar que piore.





 Depois do passeio de jangada, paramos um pouco na praia para um mergulho e pular algumas ondinhas, já que nessa praia tem algumas ondas, pequenas, mas tem .





Assim que o sol começou a apertar e a fome também, resolvemos levantar acampamento e almoçar em algum restaurante  na vila mesmo, mas antes fomos abordados pela equipe de venda do Timeshare do hotel Enotel. Eles não se apresentaram dessa forma, é claro, primeiro com uma pesquisa ao turista, depois ofereceram água gelada e um almoço completo no restaurante do hotel, com transporte de ida e de volta para o nosso hotel, é claro que aceitamos, em troca disso tudo só teríamos que ouvir uma palestra sobre o hotel por volta de uns 45m. Chegamos no Enotel, e já almoçamos, achei a manutenção do hotel um pouco a desejar, já que se tratava de um empreendimento relativamente novo. O buffet do almoço tinha bastante variedade, mas nada que se dissesse UAL que delícia. Depois do almoço, eles colocaram o João numa salinha com monitores, TV e papeis para desenho e para nós uma vendedora não parou de falar por quase uma hora, o Edison, cochilou na cara dura da mulher, e eu que tive que nos "livrar" daquela situação, sem comprar qualquer titulo de hotéis.























No último dia contratamos um bugueiro para fazer o passeio nas praias próximas, passeio de metade do dia, que passa na vila novamente para visitar o projeto Hippocampus, dos cavalos marinhos e segue pelas praias do Cupe, Maracaípe. Logo no primeiro dia o maleteiro que nos acompanhou ao bangalô já tentou nos oferecer o passeio, claro que ele deve ser comissionado, e como estávamos no melhor hotel da cidade, o preço que ele nos passou era cerca de 50% a mais do valor do passeio que acabamos fechando com um bugueiro na praia mesmo, assim pudemos negociar melhor.
Se você não tem muito tempo na cidade, feche o passeio no hotel mesmo, assim já fica agendado e não corre o risco de ficar sem o passeio, mas essa comodidade é claro vai te custar bem mais .











Adorei o passei, gostei mais que das piscinas naturais, o vento, a brisa batendo no rosto e olhando aquele marzão e toda vegetação ao redor vale muito a pena. Paramos para um mergulho na praia de Maracaípe, lá é ponto dos surfistas, com ondas de mais de 2 metros, nosso bugueiro disse para tomar muito cuidado que ali o mar não era brincadeira, ficamos bem no comecinho, pulamos algumas ondas e voltamos revigorados.









Na nossa última noite no hotel, recebi uma surpresa no quarto, um bolo de aniversário com um cartão, no dia seguinte era meu aniversário e como sairíamos antes do almoço, já deixaram a surpresa, e durante o jantar o Edison avisou a equipe do restaurante e também trouxeram a mesa um bolinho individual e todos cantaram parabéns ! Foi também uma despedida desses dias no paraíso.